Capital de Giro: Aprenda de forma simples e prática

Ter um negócio que seja sustentável ao longo do tempo exige grande capacidade de gestão. Estar atento aos detalhes, fazer boas projeções e estimativas e cuidar da saúde financeira do negócio são obrigações de todo bom empreendedor. O capital de giro surge como uma peça chave no quebra cabeça de todo negócio bem sucedido.

O bom estado financeiro da sua empresa será determinante para o futuro do seu negócio. As dificuldades financeiras poderão impedir novos investimentos e ampliação dos negócios. Além disso, como consequência das dificuldades financeiras, surgem os empréstimos bancários, as dívidas, e até o fechamento da empresa.

Muitos empreendedores começam a investir em um negócio sem saber com clareza qual o investimento que eles precisarão realizar para colocar uma empresa em funcionamento. Este é um grande erro que pode criar grandes dificuldades para o futuro.

Os custos de um negócio, podem ser divididos de forma simples em duas partes. O investimento inicial para a aquisição de equipamentos, instalações, móveis, entre tantas outras coisas, afim de mobilizar o negócio. E o capital de giro, uma reserva financeira para manter o negócio funcionando ao longo do tempo.

Definição de Capital de Giro

como fazer capital de giroDe forma simples e prática, o capital de giro é a quantidade de recursos financeiros necessários para manter o funcionamento do seu negócio em dia. Ou seja, é o capital destinado ao pagamento dos salários, impostos e despesas diversas que surgem ao longo dos dias.

O próprio nome já nos remete à ideia de movimentação, é um capital que está em constante movimento, está sempre girando. Contabilmente é também identificado como ativo circulante, uma parcela de bens que pode ser convertida em capital financeiro rapidamente.

Qual a sua importância

O capital de giro é de suma importância para manter a saúde operacional de seu negócio. Ele é necessário para:

  • Pagamento das despesas do dia a dia;
  • Manter o equilíbrio financeiro da empresa;
  • Suprir os gastos operacionais.

Além disso a falta de gestão pode acarretar em sérios problemas. A primeira consequência da falta de gestão do capital de giro é a necessidade de adquirir empréstimos bancários. Isto aumenta o endividamento da empresa, em muitos casos, com juros altíssimos.

Por isso, gerir com sabedoria este capital será preponderante para o sucesso de qualquer empreendedor. Para esta gestão é necessário um controle rigoroso de toda a parte financeira.

Um planejamento financeiro adequado é essencial. É necessário administrar os gastos fixos e estimar os gastos variáveis, além de gerir vendas a prazo e clientes inadimplentes. Controlar o estoque, renegociar dívidas com fornecedores também é tarefa rotineira para conseguir um bom planejamento financeiro.

Como calcular o capital de giro líquido

A fórmula para calcular o capital de giro líquido (CGL) é simples, como você verá a seguir, e depende de dois fatores:

  • Ativo Circulante (AC);
  • Passivo Circulante (PC).

O ativo circulante é formado por todas as aplicações financeiras, saldo em caixa, contas a receber e estoque. Quanto mais alto o ativo circulante maior será a quantia financeira necessária para movimentar o negócio.

O passivo circulante é composto por todas as contas a pagar, impostos, salários e despesas diversas.

Logo, para definir o valor do capital de giro líquido necessário (CGL) você deve subtrair o ativo circulante (AC) pelo passivo circulante (PC).

CGL = AC – PC

Como pode ver, é simples e prático. Mas, no dia a dia exige uma constante avaliação e interpretação dos dados contábeis do seu negócio.

Considerações finais

Para manter um capital de giro adequado será necessário um constante controle e planejamento financeiro. Por isso, faça um bom fluxo de caixa, registre com clareza todas as suas despesas e cuide dos recebimentos a prazo.

Ainda ficou com alguma dúvida ou quer colaborar com o conteúdo, deixe um comentário. Compartilhe este artigo com seus amigos e nos ajude a colaborar com a construção de uma cultura empreendedora.

Forte abraço.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!