Como abrir uma empresa de importação de forma descomplicada

É possível encontrar inúmeras oportunidades de negócio olhando além das fronteiras do Brasil. A importação pode ser uma ótima opção para encontrar produtos que sejam do interesse do mercado brasileiro a um preço bem acessível. Confira algumas dicas sobre como abrir uma empresa de importação que irão descomplicar todo o processo.

Antes de mais nada é importante entender como funciona o processo de importação. Importar um produto é o ato de comprar uma mercadoria no exterior e trazê-la para o Brasil com fins comerciais ou não.

Uma empresa de importação lucra com a diferença de valor entre a compra no mercado externo e venda no mercado interno. Mas, para obter lucro é importante estar atento a diversos fatores, estar atento somente ao preço pode te trazer grandes prejuízos.

Todo produto que entra no Brasil passa por uma análise dos órgãos governamentais. Grande parte destes produtos são tributados conforme as regras da receita federal. Em alguns casos, os impostos chegam a ser tão caros quanto o produto comprado.

Veja a seguir dicas importantes para que você aprenda como abrir uma empresa de importação e não tenha problemas no futuro. Vale ressaltar que o sucesso neste mercado vai além de comprar e vender mercadorias.

Como abrir uma empresa de importação lucrativa

1 – Conheça todos os detalhes deste tipo de negócio:

dicas práticas sobre como abrir uma empresa de importação sem dificuldadesAntes de começar a sua empresa e comprar inúmeras mercadorias no exterior é importante separar um tempo para conhecer todo o processo de importação e comercialização dos seus produtos.

Neste tipo de empresa você terá atividades que são independentes e essenciais para o sucesso do seu negócio.

Importar é um processo que exige certos conhecimentos, enquanto que a comercialização exige outros conhecimentos específicos. Logo, é fundamental que você esteja preparado para desempenhar ambas as atividades.

Por isso, é necessário aprender em detalhes quais são os processos envolvidos na atividade de importação, quais serão dos desafios, os pontos críticos, onde você pode obter um lucro realmente interessante, quais fornecedores são importantes e como você fará toda a logística.

Não comece a importar antes de ter todos os pontos do negócio muito bem esclarecidos. Este é o primeiro passo de como abrir uma empresa de importação, não ter os conhecimentos adequados é correr um risco muito grande.

2 – Tenha uma empresa constituída no Brasil:

Para ter um negócio de importação não é necessário abrir uma empresa específica de importação. Você deverá ter uma empresa no ramo dos produtos que você deseja trabalhar.

Caso seu interesse seja importar e vender móveis, você deverá ter uma empresa de comercialização de móveis aqui no Brasil. A importação é um processo independente, mas deve ser sempre atrelada à uma empresa com atividade correspondente aos produtos que serão importados.

Esta empresa deverá ter tamanho e capital financeiro condizente com as operações que serão feitas no processo de importação. Isso pode ser um problema na hora de liberar ou não a sua operação.

Caso você não tenha uma empresa registrada, será necessário registrar um contrato na junta comercial do seu estado, solicitar seu cadastro nacional de pessoa jurídica e também o alvará de funcionamento e localização no município que sua empresa estará localizada.

Uma dica importante é contar com o auxílio de um escritório de contabilidade para realizar todos os procedimentos burocráticos para abrir sua empresa.

3 – Cadastre-se na receita federal para começar a importar:

A terceira dica de como abrir uma empresa de importação é cadastrar-se na Receita Federal para iniciar o processo de importação de produtos.

Este cadastro é feito solicitando um documento chamado RADAR. Este é o principal documento para quem deseja abrir sua empresa de importação, é um documento que habilitará sua empresa a importar ou exportar.

Para solicitar o RADAR é necessário protocolar em uma sede da receita federal vários documentos. Os documentos específicos para o cadastro são o SODEA – Formulário de Solicitação de Dossiê Digital de Atendimento, o requerimento de habilitação e o termo de responsabilidade.

Além dos documentos específicos citados acima também serão necessários o contrato social e alterações, cópia autenticada dos documentos de identificação dos sócios, certidão de cadastro na junta comercial e certidão simplificada na junta comercial.

É possível encontrar os modelos para os documentos específicos no próprio site da receita federal. Todas as assinaturas deverão possuir firma reconhecida em cartório e as cópias deverão ser autenticadas.

4 – Encontre bons fornecedores e relacione-se bem com eles:

Outra dica fundamental para quem deseja aprender como abrir uma empresa de importação é encontrar bons fornecedores e manter uma boa relação comercial com eles.

Esta tarefa não é fácil, mas é necessária para que seu negócio deslanche. Bons fornecedores não são somente os que tem os menores preços, é fundamental que você avalie outros aspectos importantes, como a qualidade do produto importado, as garantias de entrega da mercadoria no tempo acordado, a confiabilidade, as condições de pagamento e a possibilidade de manter um relacionamento comercial duradouro.

O primeiro caminho para começar a encontrar seus fornecedores pode ser a própria internet. Mas, é importante não se limitar ao contato online. Existem certos mercados que exigem a sua presença no local onde seu produto será importado.

Uma boa oportunidade para conhecer fornecedores são as feiras internacionais que acontecem em inúmeros países, como China, Estados Unidos e Japão. Você poderá conhecer inúmeros fornecedores com credibilidade nestas feiras.

Vale ressaltar a importância de ter um bom inglês para não se enrolar na hora de negociar com seus possíveis fornecedores.

5 – Preocupe-se com a logística da sua mercadoria:

Além de se preocupar com os produtos que você vai importar também é importante criar uma estratégia que seja lucrativa para trazer os produtos que serão importados.

Por isso, um dos conhecimentos que são fundamentais para uma empresa de importação são os conhecimentos de logística.

Como todos sabem o Brasil não possui uma boa infraestrutura logística, isso pode fazer com que produtos importados possuam um alto custo logístico do momento em que foram comprados até chegar aos seus clientes finais.

Vale à pena contratar um especialista neste assunto conforme o porte de sua empresa e a frequência que você fizer a importação. Caso você não tenha condições de contratar este tipo de profissional é interessante que você aprenda os detalhes deste tipo de operação.

Deixar de lado uma boa logística pode fazer com que seus lucros sejam reduzidos. Por isso, foque em buscar o melhor processo logístico para sua empresa.

Últimas palavras

Estes são os pontos essenciais para quem deseja aprender como abrir uma empresa de importação. É possível ganhar um bom dinheiro com este tipo de negócio, desde que você esteja atento a todos os detalhes envolvidos no processo.

Burlar as regras do jogo poderá resultar em um bom lucro momentâneo, mas pode trazer inúmeros prejuízos no futuro, como multas e até mesmo a proibição de sua empresa voltar a importar.

Confira um resumo com as dicas deste artigo:

  • Conheça todos os detalhes deste tipo de negócio;
  • Tenha uma empresa constituída no Brasil;
  • Cadastre-se na receita federal para começar a importar de;
  • Encontre bons fornecedores e relacione-se bem com eles;
  • Preocupe-se com a logística da sua mercadoria.

Caso você tenha alguma dúvida ou queira contribuir com o conteúdo é só deixar um comentário.

Compartilhe este artigo com seus amigos e nos ajude a colaborar com a construção de uma cultura empreendedora.

Forte abraço.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!