Como abrir uma empresa individual: Conheça suas opções

Você quer ter seu próprio negócio, mas não vai contar com sócios? Então, aprenda neste artigo como abrir uma empresa individual. Conheça as opções jurídicas para abrir seu negócio e tome as decisões corretas.

Escolher o formato jurídico adequado para seu negócio é um dos primeiros passos para um negócio de sucesso.

É claro que a abertura de uma empresa deve ser planejada. É importante estimar os custos envolvidos, as possibilidades de ganhos no futuro e planejar corretamente as ações que serão implementadas.

A escolha do formato jurídico, opção de tributação e porte da empresa são três aspectos fundamentais para seu negócio.

Para quem não quer contar com sócios existem três opções de formatos jurídicos, o MEI – Microempreendedor Individual, o Empreendedor Individual e a EIRELI. Cada um destes formatos possui características próprias.

Veja a seguir os formatos jurídicos de como abrir uma empresa individual.

Opções de formatos jurídicos

1 – MEI – Microempreendedor Individual:

dicas de como abrir uma empresa individualO MEI é destinado aos profissionais autônomos ou pequenos empresários que querem regularizar seu negócio.

A grande vantagem do MEI é a aplicação de um imposto muito baixo e uma reduzida burocracia na hora de abrir o negócio.

Entretanto, existem limitações para a utilização do MEI. O faturamento anual máximo do MEI é de 60 mil reais, ou seja, caso você tenha uma previsão de faturar acima deste valor, você não poderá abrir sua empresa neste formato jurídico.

Como MEI você poderá contratar um funcionário, contribuir com sua previdência social, e pagar impostos baixíssimos.

É uma excelente opção para quem tem um pequeno negócio e quer regularizá-lo.

2 – Empresário Individual:

O Empresário Individual é outro formato jurídico indicado para quem não quer constituir uma sociedade.

Diferentemente do MEI o Empresário Individual tem um limite maior para faturamento.

Uma característica importante para quem faz a opção para o MEI é que não há separação entre jurídico e pessoal em caso de qualquer tipo de problemas com seu negócio. Você se responsabiliza integralmente pelo seu negócio.

Outro ponto a destacar é que a Razão Social de uma empresa neste formato é o próprio nome do empresário. Mas, é possível usar um nome fantasia comercialmente.

Para abrir uma empresa neste formato não existe nenhuma exigência de capital social mínimo.

3 – EIRELI:

O formato jurídico EIRELI – Empresa Individual de Responsabilidade Limitada é uma terceira opção para quem quer abrir seu próprio negócio.

Diferentemente do formato de Empresário Individual, a EIRELI possui uma distinção de responsabilidades entre pessoa jurídica e pessoa física. Ou seja, em caso de algum problema, tudo ficará restrito à esfera jurídica, à sua empresa.

Para contar com este tipo de formato é necessário que o empreendedor tenha condições de integralizar no capital social da empresa, o valor mínimo de 100 salários mínimos.

Este é um dos pontos que limita sua utilização a muitos pequenos empreendedores, que acabam fazendo então a opção pelo Empresário Individual.

5 Dicas de como abrir uma empresa individual

Antes de passar para as dicas de como abrir uma empresa individual é importante salientar que se você fizer a opção pelo MEI o seu processo será muito mais simplificado. Você poderá fazer quase tudo diretamente de sua casa.

Então, os passos a seguir são mais importantes para quem precisa enquadrar seu negócio nos formatos de Empreendedor Individual ou de EIRELI. Confira então 5 dicas de como abrir uma empresa individual.

1 – Contrate um contador:

A primeira dica que proponho para você que quer abrir sua empresa individual é contratar um contador de confiança.

Ter a assessoria de um escritório de contabilidade será essencial para que você tenha sucesso em seus negócios. Assim, você terá maio segurança ao passar pelas burocracias necessárias para a abertura do seu negócio.

Um bom escritório de contabilidade, geralmente, faz todo o trabalho duro de documentação e cadastro nos órgãos jurídicos e governamentais.

2 – Escolha o formato jurídico:

Agora que você já sabe as suas opções de formato jurídico para ter uma empresa individual é só escolher.

É importante escolher o formato adequado para não ter problemas no futuro. Caso você tenha alguma dúvida você poderá contar com a assessoria de seu contador.

Entretanto, fica simples com as informações acima. Você poderá identificar qual opção é a mais indicada para você com tranquilidade.

3 – Defina o porte da sua empresa:

A próxima dica de como abrir uma empresa individual é escolher o porte da sua empresa.

Geralmente as empresas individuais são Micro Empresas (ME) ou Empresas de Pequeno Porte (EPP).

Para definir o porte da sua empresa você deverá ter uma previsão de faturamento. Visto que o limite entre os dois tipos de porte de empresa é feito pelo faturamento. Quanto maior o porte da sua empresa, maior será a incidência de tributos.

Vale destacar que, você pode começar o seu negócio considerando a sua empresa como Micro Empresa e alterar o porte durante seu funcionamento.

4 – Escolha o regime de tributação:

Escolher o tipo correto de tributação é outro ponto fundamental para ter segurança no desenvolvimento do seu negócio e economia na cobrança de impostos.

Você poderá fazer a opção pelos seguintes regimes de tributação:

Vale contar com o auxílio de seu contador para a definição do melhor tipo de tributação, visto que existem restrições conforme o tipo de negócio. Além disso, escolher o regime de tributação inadequado poderá acarretar o pagamento de mais impostos do que seriam necessários.

5 – Coloque a mão na massa:

A última dica de como abrir uma empresa individual é colocar a mão na massa.

Boa parte dos aspectos jurídicos e legais serão resolvidos pelo seu contador e os principais aspectos você já definiu, como o formato jurídico, porte da empresa e regime de tributação.

Agora é hora de você planejar e implementar o seu negócio. Como empreendedor individual, provavelmente, você vai ter contato constante com todas as áreas da sua empresa, como:

  • Gestão;
  • Vendas;
  • Marketing;
  • Finanças.

Quando você tem a assessoria de um bom contador fica fácil ter cuidar de seu negócio, enquanto o contador cuida das burocracias.

Finalizando

Os aspectos legais são fundamentais para ter sucesso na abertura de uma empresa individual, negligenciar estes detalhes podem causar grande prejuízo no futuro e prejudicar o crescimento de sua empresa.

Agora que você já aprendeu como abrir uma empresa individual é hora de seguir em frente e implementar o seu negócio. Conte com o conteúdo do Blog Cultivando Sucesso para te ajudar a gerenciar seu negócio e ter muito sucesso.

Ainda ficou com alguma dúvida ou quer colaborar com o conteúdo, deixe um comentário.

Compartilhe este artigo com seus amigos e nos ajude a colaborar com a construção de uma cultura empreendedora.

Boa sorte em suas vendas!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!