Como administrar uma pequena empresa com sucesso

Aprender como administrar uma pequena empresa é essencial para todo empreendedor.

A economia brasileira é movimentada em grande parte pelas micro e pequenas empresas. Elas são responsáveis por quase 30% do PIB produzido pelo Brasil. No setor de comércio sua importância é ainda maior, chegando a 55% do PIB desta fatia do mercado.

Mesmo com toda esta importância, é comum micro e pequenas empresas entrarem em falência. Inúmeras empresas são abertas todos os anos no Brasil, e muitas também são fechadas, com 2 anos ou no máximo 5 anos de existência.

Em muitos casos, a falta de um bom planejamento e em especial de uma boa gestão dos recursos agrava ainda mais a possibilidade de insucesso de muitos empreendedores.

Aprender como administrar uma pequena empresa é fundamental para seu sucesso e para o desenvolvimento da economia brasileira.

Vale destacar ainda que grande parte dos grandes empreendedores que hoje atuam no mercado começaram administrando pequenos negócios. Por isso, este é o primeiro passo, administrar o pequeno para no futuro ter sabedoria de administrar algo grande.

7 Dicas de como administrar uma pequena empresa com sucesso

1 – Tenha um planejamento simples:

7 dicas de como administrar uma pequena empresaA primeira dica de como administrar uma pequena empresa é ter um planejamento simples, com metas e objetivos muito claros.

Evite elaborar planejamentos muito complexos, com dados que começam a se tornar até mesmo irreais. Nada melhor que a experimentação para validar um pequeno negócio.

Por isso, comece simples, com um planejamento que indique ações práticas a serem aplicadas no dia a dia. Este planejamento deve te auxiliar a manter o foco e a conduzir as atividades de sua empresa.

Estabeleça metas simples e claras. As metas são importantíssimas para avaliar o desenvolvimento do seu negócio, alcançar objetivos demonstra que você está dando passos concretos.

Entretanto, muitos empreendedores estabelecem metas que são irreais ou insignificantes.

As metas precisam ser possíveis de serem alcançadas, e precisam ser metas que tragam um benefício real para o negócio, precisam ter um significado para serem perseguidas.

2 – Invista com sabedoria seus recursos:

É comum encontrar pequenos empreendedores que gastam seus poucos recursos em diversas coisas inúteis para seu negócio. São empreendedores que acabam se descapitalizando e perdendo todo seu potencial de conduzir uma empresa com uma boa saúde financeira.

Vale aquele grande ditado, menos é mais. Aprenda desde o início do seu negócio a produzir mais com menos.

É claro que existe um investimento mínimo a ser feito para começar e gerir qualquer tipo de negócio.

Entretanto, no início de uma empresa os recursos são geralmente escassos e devem ser aplicados com sabedoria no que é essencial para o desenvolvimento do negócio.

Aprender a gerenciar os poucos recursos que você tem hoje é essencial para que você tenha possibilidade de um dia gerenciar grandes recursos. Quem é incapaz de gerir pouco dinheiro não será capaz de gerir muito.

3 – Contrate as pessoas certas:

Ter uma grande equipe não é a realidade das pequenas e microempresas brasileiras.

Grande parte das pequenas empresas de sucesso possuem uma equipe enxuta. Apenas com profissionais que são realmente essenciais para o negócio e terceirizam os serviços que são secundários.

Além da necessidade de ter uma pequena equipe é importante se atentar por contratar as pessoas certas.

Trabalhar em uma pequena empresa pode exigir muito mais flexibilidade para executar diversas tarefas que grande conhecimento técnico específico em uma única área.

Muitos empreendedores cometem deslizes na hora de contratar seus funcionários. Preferem o baixo custo à qualidade. Contratam profissionais com baixo potencial de retorno para a empresa por representarem um custo menor.

É importante tomar cuidado com este tipo de situação. Um profissional ruim poderá representar um custo muito maior do que o investimento em melhores salários para profissionais que efetivamente resolvem os problemas de seu negócio.

4 – Cuide das finanças com carinho e cuidado:

Esta quarta dica de como administrar uma pequena empresa é essencial para o sucesso de qualquer tipo de negócio.

Todos abrem um negócio para ter lucro, é inegável que o principal objetivo de empreendedores é ganhar dinheiro com suas empresas. Entretanto, muitos começam a perder este dinheiro pelo descuido com o próprio dinheiro.

Muitos empreendedores vivem de forma incoerente, lutam por ganhar algum dinheiro e não cuidam do dinheiro que ganham.

É necessário fazer um bom planejamento financeiro, para não ter problemas com futuros pagamentos e manter sempre um caixa positivo. Para isso, o primeiro passo é um controle de fluxo de caixa rigoroso.

Outro grande erro que é cometido por pequenos empreendedores é não separar as finanças pessoas das finanças do negócio.

Isso não traz nenhum benefício para a empresa e para o empreendedor, só pode produzir problemas, como falta de clareza nas contas da empresa e dificuldades para a condução contábil e fiscal do negócio.

5 – Contrate um contador de confiança:

Grande parte das pequenas e microempresas não tem condições de contratar um profissional especializado em contabilidade para cuidar da parte contábil de seus negócios.

Sendo assim, recorrem à terceirização dos serviços relacionados a esta área à escritórios e profissionais especializados.

Esta prática funciona e pode ser muito boa para seu negócio. Entretanto, o profissional contratado deve ter um bom conhecimento técnico e ser um profissional confiável.

Além do mais, grande parte dos pequenos empreendedores não tem conhecimento específico nesta área e acabam se tornando reféns do que é proposta pela contabilidade.

O contador de sua empresa será responsável por diversos aspectos importantíssimos para seu negócio. Desde a criação da empresa, como definição do formato jurídico e escolha da forma de tributação.

Não deixe esta dica de como administrar uma pequena empresa passar em branco. Nunca contrate um profissional de contabilidade pelo seu preço e sim pela sua capacidade e confiança.

6 – Invista em organização e bons processos:

O bom funcionamento de uma empresa é definido pelos processos que são praticados e pela forma como a empresa é organizada.

Desde o início do seu negócio você deve se preocupar em organizar os processos, criar metodologias simples para executar determinadas tarefas e facilitar a comunicação entre as diversas áreas envolvidas em seu negócio.

Mesmo que sua empresa seja constituída somente por uma pessoa, ou seja, você, é importante criar processos simples para tarefas que são rotineiras em uma empresa.

Começar um pequeno negócio sem nenhum tipo de organização e deixar para organizar à medida que ele cresce pode ser uma tarefa muito cansativa, ou quase impossível.

Por isso, comece organizado e com processos bem definidos para ter potencial de crescimento também com organização e com processos funcionando.

É claro que muitos processos precisam ser ajustados conforme as mudanças que acontecem em uma empresa, isso é natural e necessário, mas para que um processo seja melhorado ele precisa pelo menos existir.

7 – Promova um bom ambiente entre seus colaboradores:

Esta é a última dica de como administrar uma pequena empresa, um ponto essencial e que muitos empreendedores têm dificuldade em aplicar.

Trabalhar em uma pequena empresa pode ser uma grande oportunidade de conquistar amigos e parceiros profissionais para a vida toda. Mas, isso depende muitos de como é o ambiente da empresa.

É importante que o empreendedor trabalhe para criar um ambiente agradável, que favoreça o bom relacionamento entre todos os trabalhadores e que seja propício à alta produtividade.

Hoje em dia, os profissionais buscam mais do que um bom salário para trabalhar. Os bons profissionais querem se sentir bem onde trabalham, desejam ser bem-sucedidos, mas não à custa de perder toda a qualidade de vida.

Para a criação de um bom ambiente o empreendedor deve ter características importantes como ser acessível a seus funcionários, ser justo e correto em suas decisões, ser transparente e sincero com os profissionais quanto aos planos da empresa e as possibilidades financeiras do negócio.

É importante que existam regras que facilitem a boa convivência entre todos os funcionários.

Além disso, é muito valido incentivar e promover momentos de lazer e descontração entre os profissionais de sua empresa. Isso pode ser feito com muita facilidade em pequenas empresas e tem grande potencial de aproximar pessoas.

Considerações finais

Aprender como administrar uma pequena empresa com sucesso não é tarefa tão simples. Exige não só conhecimento, mas principalmente prática. Muitas ações que dão certo em um tipo de negócio podem não ser as ideias para seu negócio.

É importante estar aberto a experimentação, os testes são a melhor forma de verificar se existe a possibilidade de algo dar certo ou não.

Para ter sucesso na sua missão de administrador esteja sempre pronto para aprender, se profissionalizar ainda mais e adquirir novas experiências.

Ainda ficou com alguma dúvida? Então deixe nos comentários.

Caso você queira compartilhar alguma dica ou sua experiência com a administração de pequenas empresas fique à vontade e utilize também os comentários.

Compartilhe este artigo com seus amigos e nos ajude a colaborar com a construção de uma cultura empreendedora.

Forte abraço.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!