Como começar a empreender em 5 passos práticos

Ter o próprio negócio é o sonho de muitos brasileiros, mas muitos não sabem por onde começar, por isso é também é um grande desafio. Aprender como começar a empreender é essencial para ter sucesso.

O empreendedorismo pode surgir de duas formas. Uma delas é o empreendedorismo por oportunidade, quando uma pessoa identifica uma boa ideia para construir um novo negócio.

A outra forma de empreendedorismo é o empreendedorismo por necessidade. Este surge quando o indivíduo já não possui opção, é consequência do desemprego, baixa remuneração ou desejo de alcançar um novo objetivo.

Aprender como começar a empreender é necessário e se caracteriza por um processo contínuo. O bom empreendedor investe em conhecimento constantemente, seja pela leitura de livros ou pela participação de cursos e seminários.

Além disso, a experiência é a melhor professora que um empreendedor pode ter em sua vida. Viver o empreendedorismo e colocar o que você aprende em prática é muito mais valioso do que qualquer conhecimento que não se transforma em ação.

5 Passos de como começar a empreender

1 – Identifique uma oportunidade:

dicas de como começar a empreenderO primeiro passo de como começar a empreender é identificar uma oportunidade de negócios.

É certo que muitas pessoas têm inúmeras ideias ao longo da vida e muitas destas ideias podem sim constituir um novo negócio.

Boas ideias podem surgir de uma boa leitura do mercado, em especial da leitura das necessidades que ainda não são atendidas pelo mercado. A intuição do empreendedor pode ser também uma boa fonte de ideias de novos negócios.

Para que você tenha boas ideias é necessário sair do seu comodismo. Conhecer novas pessoas, conhecer novas tecnologias, visitar feiras e congressos, é necessário se expor a um mundo de novidades.

Boas ideias podem também surgir de dentro de um trabalho formal. Por exemplo, um funcionário pode identificar a necessidade de uma determinada indústria pela prestação de um serviço específico e investir em esta ideia.

Quer empreender? Então não fique parado esperando que uma brilhante ideia surgirá de repente em sua mente, isso geralmente não acontece. É importante estar no mercado e se expor às oportunidades que surgirão.

2 – Faça uma validação de sua ideia:

O segundo passo de como começar a empreender é a validação de uma ideia.

É certo que nem todas as ideias de negócio que temos são compensadoras. É comum termos ideias ao longo de todos os dias, muitas delas quando são avaliadas com critério são inviáveis por diversos aspectos.

Faz parte de um negócio de sucesso não investir no achismo e sim trabalhar de maneira profissional. Para fugir do achismo é necessário investir em um processo de validação de sua ideia de negócio.

Este processo busca avaliar se o mercado realmente deseja o que você pretende oferecer.

Existem inúmeras formas de validar uma ideia. Duas formas simples são pelo Produto Mínimo Viável e pelo Projeto Semente.

O Produto Mínimo Viável é você trabalhar em um protótipo limitado e apresenta-lo ao seu público alvo. Assim você verifica o interesse dos consumidores em sua ideia. Caso o seu público alvo tenha interesse você dá prosseguimento na sua ideia, senão você aborta.

O Projeto Semente é você apresentar ao seu público um produto ou prestação de serviço, antes de desenvolver este produto ou serviço. Você pode verificar o interesse com a criação de uma lista de espera e validar sua ideia pelo número de pessoas que se interessaram pelo seu serviço.

3 – Faça um planejamento do seu negócio:

O planejamento é outro passo fundamental para construir um negócio de sucesso.

Começar um novo negócio sem um bom planejamento é contar com a sorte e torcer para que os imprevistos, que são comuns em todo negócio, possam te beneficiar.

Muitas pessoas começam sem um bom planejamento e sem a validação do negócio. Talvez seja por isso que grande parte das empresas fecham as portas antes mesmo de completarem 2 ou 5 anos de idade.

É necessário que você tenha um planejamento mínimo. Onde você tenha feito um bom estudo do mercado, conhecendo seu público alvo, seus concorrentes, a melhor localização para seu negócio, um bom leque de fornecedores e os desafios do nicho de mercado onde você vai atuar.

É necessário que este planejamento contenha metas e objetivos concretos a serem alcançados. As metas poderão te auxiliar na verificação de quanto seu negócio está progredindo ao longo do tempo.

4 – Defina um investimento inicial:

O quarto passo é a definição de um investimento inicial. Ou seja, é a sua disponibilidade financeira para começar seu próprio negócio.

O investimento inicial é uma das principais barreiras de mercado para alguns tipos de negócio. Quanto maior o negócio, maior o investimento inicial necessário. Empresas que necessitam de máquinas e equipamentos específicos também podem demandar um maior investimento inicial.

Por exemplo, todos nós sabemos que onde uma loja do McDonald’s abre é sempre um grande sucesso. Mas, para contar com uma franquia McDonald’s você deve ter condições financeiras mínimas para investir pelo menos 1 Milhão de reais.

Um recurso muitas vezes utilizado por empreendedores é buscar auxílio em financiamentos. Entretanto, todo financiamento ou empréstimo deve ser avaliado com critério e cuidado.

O endividamento inicial mal planejado pode condenar sua empresa ao fracasso antes mesmo de você começar seu próprio negócio.

O segredo é abrir um negócio com consciência dos recursos financeiros que serão exigidos. Dar um passo maior do que a perna pode não ser a melhor opção para quem está começando um negócio.

É melhor começar pequeno e ter condições de crescer do que começar muito grande e estar fadado ao fracasso.

5 – Formalize seu negócio:

A formalização e um negócio é o quinto passo para quem deseja aprender como começar a empreender.

Muitas pessoas começar pequenos negócios na informalidade. Isso é normal no Brasil. Entretanto, conforme o tipo de negócio que você tem é impossível começar na informalidade.

Você deve estar atento à todas as normas e exigências para um novo negócio. Para ter tranquilidade neste processo é melhor contar com a assessoria de um bom profissional de contabilidade.

Passar por todos os processos de abertura de uma empresa e arcar com todos os custos é o primeiro desafio de qualquer empreendedor no Brasil.

Vale destacar que o nosso pais é um dos países que mais dificulta e oneram a vida dos empreendedores. Muitos já desistem antes mesmo de começar.

Apesar das dificuldades a formalização é importante e necessária para seu negócio.

Finalizando

Agora que você já sabe como começar a empreender é hora de estar atento às oportunidades que surgirão em sua vida. Lembre-se que elas não cairão no sofá de sua casa, é necessário se expor a elas no mercado de trabalho.

Ainda ficou com alguma dúvida? Então deixe nos comentários.

Caso você queira compartilhar alguma dica ou experiência com o seu início de vida como empreendedor fique à vontade e utilize também os comentários.

Compartilhe este artigo com seus amigos e nos ajude a colaborar com a construção de uma cultura empreendedora.

Forte abraço.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!