Como cortar gastos em sua empresa com 5 dicas essenciais

Em tempos de dificuldade financeira é essencial uma política de corte de custos e gastos que oneram uma empresa. Isso fará com que a tarefa de manter as contas pagas em dia se torne mais fácil. Neste artigo você poderá conferir algumas dicas práticas de como cortar gastos em tempos de crise e superar as dificuldades financeiras de sua empresa.

É importante reconhecer que é normal que um negócio passe por momentos de dificuldade. Alguns negócios são diretamente afetados pela situação da economia e outros possuem uma grande sazonalidade.

Todo empreendedor deve se preparar para estes momentos, fazendo uma reserva financeira para manter o fluxo de caixa positivo ou contar com uma linha alternativa de créditos.

Entretanto, além de se preparar financeiramente, momentos de crise são importantes para rever gastos e fazer uma avaliação do que pode ser cortado e aumentar a eficiência financeira da empresa. Ou seja, é hora de fazer mais com menos.

É válido destacar que aprender como cortar gastos é essencial para reduzir os custos de maneira eficiente e não comprometer o funcionamento da empresa e a qualidade dos serviços prestados.

5 Dicas de como cortar gastos em sua empresa

1 – Faça um relatório de todos os gastos de sua empresa:

dicas de como cortar gastos em uma empresa em momentos de criseA primeira dica sobre como cortar gastos em uma empresa é fazer um relatório de todos os gastos dos últimos meses.

Neste relatório é fundamental que todas as despesas sejam relacionadas, desde as despesas mais significativas para a empresa até mesmo as pequenas contas que costumam ser desprezadas.

Somente com um bom relatório de gastos você terá condições de avaliar o que pode ser feito para reduzir os gastos nos próximos meses. Neste relatório é válido discriminar cada tipo de gasto, com informações de data, valor e a origem deste gasto dentro de sua empresa.

2 – Faça uma análise crítica de todos os gastos:

Em seguida você deve fazer uma análise crítica do relatório que você produziu. Esta análise crítica é necessária para você perceber quais gastos são prioritários para sua empresa manter-se em funcionamento e ainda desenvolver os serviços com qualidade.

Veja quais gastos você não pode cortar, quais gastos que podem ser reduzidos e quais gastos você pode eliminar definitivamente, de forma que você não comprometerá a sua empresa.

Alguns gastos você não conseguirá cortar completamente, mas é possível reduzi-los a um ponto que você consiga honrar com seus compromissos.

Você pode classificar os gastos como fundamentais, importantes e supérfluos. Os gastos fundamentais são os essenciais para o funcionamento da empresa, os gastos importantes não podem ser cortados, mas podem ser ajustados conforme a realidade da empresa e os supérfluos precisam ser cortados imediatamente.

3 – Envolva toda a sua equipe neste processo:

Quando as decisões de corte de gastos são tomadas de cima para baixo e não envolvem todas os colaboradores de uma empresa é muito difícil ter uma boa implementação das ações necessárias.

Além disso, cortes de gastos podem gerar um desconforto entre diferentes equipes e até mesmo um grande desgaste do dono da empresa com seus colaboradores.

O melhor a fazer então é envolver toda sua equipe na avaliação do que pode ser cortado para manter o equilíbrio financeiro da empresa.

O primeiro passo é conscientizar a equipe da necessidade de cortar alguns gastos e em seguida mostrar a importância de cada um para o sucesso de toda estratégia de redução dos gastos.

O segundo passo é construir uma estratégia que envolva a todos, mesmo que em alguns casos você tenha que tomar decisões que não agradam a todos, mas você terá uma maior compreensão de seus colaboradores.

4 – Comece o corte de gastos por você:

É comum encontrar empreendedores que cobram de suas equipes para reduzirem gastos e pressionam seus colaboradores na conquista de metas arrojadas. Mas, se colocam à margem de toda estratégia e continuam com os hábitos como se nada estivesse acontecendo na empresa.

Este tipo de comportamento pode acabar com qualquer estratégia de redução de gastos, pois colocará o maior interessado na redução dos custos que é o empresário, contra quem pode realmente reduzir os gastos, que são os colaboradores.

Os colaboradores de uma empresa só se sentirão motivados a implementar as ações necessárias, se você que é o dono da empresa se envolver e se comprometer também.

Quer cortar gastos significativos para empresa, então comece por você mesmo, mude seus hábitos e faça opções mais baratas e econômicas para sua empresa. Mostre o seu comprometimento com o momento de restrição financeira.

5 – Faça desta estratégia uma ação constante em sua empresa:

A quinta dica sobre como cortar gastos é fazer com que uma estratégia isolada em um momento de dificuldade de sua empresa torne-se um hábito constante.

Ou seja, você pode implementar uma política de corte dos gastos supérfluos constantemente. É só você fazer da sua estratégia de momento uma estratégia permanente.

Para conseguir isso você deverá mostrar para seus colabores quais são os benefícios que todos irão conseguir com isso. Mostre como a empresa poderá ser mais lucrativa e assim trazer mais benefícios e garantias de um bom emprego para seus colaboradores.

Implementando uma estratégia permanente você perceberá que com o tempo tudo isso se tornará natural e que os colaboradores irão procurar desempenhar seu papel sempre em busca de um custo mínimo, mantendo o essencial, reduzindo custos importantes e eliminando os custos supérfluos.

Finalizando

O essencial em toda estratégia de corte de gastos é ter uma visão ampla de todos os gastos da empresa, saber avaliar o que é essencial ao negócio e o que não é.

Por fim, lembre-se que seu papel como empreendedor é fundamental na tarefa de motivar sua equipe e manter todos empenhados em produzir mais com menos gastos.

Veja um resumo das 5 dicas de como cortar gastos:

  • Faça um relatório de todos os gastos de sua empresa;
  • Faça uma análise crítica de todos os gastos;
  • Envolva toda a sua equipe neste processo;
  • Comece o corte de gastos por você;
  • Faça desta estratégia uma ação constante em sua empresa.

Ainda ficou com alguma dúvida ou quer colaborar com alguma experiência, então deixe um comentário.

Compartilhe este artigo com seus amigos e nos ajude a colaborar com a construção de uma cultura empreendedora.

Forte abraço.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!