Como montar uma lanchonete com 7 dicas práticas

Trabalhar no ramo de alimentação é uma ótima oportunidade para quem deseja ter um negócio próprio. Existem inúmeras possibilidades, como montar um restaurante, uma padaria, uma loja de doces, uma sorveteria e inclusive uma lanchonete. Neste artigo você vai aprender como montar uma lanchonete de forma prática e lucrativa.

Montar uma lanchonete pode parecer uma tarefa simples, mas se não for feita de maneira adequada pode resultar em um grande prejuízo. Antes de mais nada é importante planejar, assim você minimiza os riscos de dar errado.

Junto com o planejamento devem ser desenvolvidos uma boa administração do negócio. É importante cuidar das finanças, encontrar bons fornecedores, ter um atendimento de qualidade, vender bons produtos, estar no local certo, fazer uma boa contabilidade, entre inúmeras tarefas importantes.

Ser dono de uma lanchonete não é tarefa para qualquer um, será necessária muita disposição para cuidar de todos os serviços que são exigidos.

O resultado de tanto trabalho é um negócio lucrativo. As lanchonetes possuem um ótimo potencial de retorno financeiro, em especial quando você conseguir fidelizar sua clientela. Confira a seguir mais detalhes sobre como montar uma lanchonete.

7 Dicas práticas sobre como montar uma lanchonete

1 – Escolha um bom local para você abrir sua lanchonete:

passo a passo de como montar uma lanchonete bem sucedidaA primeira dica é em relação à localização.

Caso o seu objetivo seja vender muito é necessário estar em um local privilegiado, com muita movimentação de pessoas.

Assim, sua lanchonete estará sempre cheia. Escolha um local próximo a hospitais, escolas, universidades, grandes empresas, estações de ônibus, estações de metrô, centros comerciais, shoppings, galerias, entre tantas opções.

Além de ficar de olho em um bom ponto comercial é necessário estar atento à qualidade da edificação. Você não pode escolher um local muito pequeno, pois dará sempre a impressão de que está muito apertado, nem um local muito grande, pois exigirá de você um alto investimento.

Vale à pena se atentar também às regulamentações de seu município. Você deve verificar se é possível abrir uma lanchonete no local que você deseja fazendo uma consulta prévia do local.

2 – Defina um cardápio adequado para sua lanchonete:

A segunda dica de como montar uma lanchonete é definir o que você venderá em sua lanchonete. Definir o seu cardápio é importante para você saber qual os equipamentos e mobiliário serão necessários para seu negócio.

Hoje em dia, é possível vender inúmeros tipos de alimentos em uma lanchonete. Desde os tradicionais lanches, sanduíches, refeições completas, sucos, bebidas geladas, cafés, salgados, até produtos menos tradicionais como o açaí, picolés e sorvete.

É importante você definir um cardápio interessante e atrativo para seus clientes, assim você poderá conquista-los com produtos de ótima qualidade.

Além disso, pense em produtos que possam aumentar o valor de suas vendas, como balas, chocolates e outros itens de baixo valor. São produtos que devem estar próximos do caixa, sempre à vista do cliente.

3 – Invista em bons equipamentos e no mobiliário adequado:

Bons equipamentos farão com que você tenha condições de preparar todos os alimentos de maneira adequada e ainda conservar todos os produtos que você oferece em sua lanchonete.

Já o mobiliário é responsável por apresentar seus produtos para seus clientes e também proporcionar o mínimo de conforto aos seus clientes para que eles fiquem à vontade para comprar em sua lanchonete.

Planejar como será a posição de cada equipamento ou móvel é importante para aproveitar da melhor maneira possível os espaços do local que você escolheu para sua lanchonete.

Um bom layout é fundamental para que sua lanchonete não fique com uma impressão de estar sempre desorganizada.

4 – Escolha bons fornecedores para trabalhar com você:

Outro ponto importante sobre como montar uma lanchonete é escolher bons fornecedores para trabalhar com você.

Um bom fornecedor é aquele que tem produtos de qualidade para te vender, bons preços, boas condições de pagamento e que te atenda no prazo que você precisa.

Muitas pessoas levam em conta somente o preço na hora de escolher um fornecedor e acabam não escolhendo a melhor opção. Não deixe de verificar cada detalhe acima e tomar a sua decisão levando em conta o melhor custo benefício e não o menor custo.

Para conhecer melhor seus possíveis fornecedores, é interessante conversar com outros clientes dos fornecedores em questão. Assim você poderá tirar dúvidas quanto à qualidade dos serviços oferecidos.

5 – Monte uma boa equipe para trabalhar em sua lanchonete:

Conforme o tamanho de sua lanchonete será necessário montar uma pequena equipe de trabalho. Por mais simples que o serviço pareça ser é importante encontrar boas pessoas para trabalhar com você.

Um critério importante é saber fazer os produtos que você oferece em sua lanchonete. Por isso, contrate pessoas que tenham uma pré-disposição a cozinhar e gostam de cuidar bem de uma cozinha.

Outro ponto importante é no relacionamento com os clientes. Uma das características de uma boa lanchonete é um bom atendimento aos seus clientes. Sem este bom atendimento será impossível ter clientes fiéis.

Por isso, não deixe de escolher bem as pessoas que você colocar para trabalhar em seu negócio. Sua equipe poderá ser decisiva em seu negócio, tanto de maneira positiva, quanto negativa.

6 – Pratique preços adequados ao seu mercado:

Praticar preço justos é a sexta dica sobre como montar uma lanchonete e ter sucesso com este tipo de negócio.

Por ser um mercado muito concorrido é muito difícil praticar preços maiores que a maioria das lanchonetes. É claro que você poderá conseguir isso diferenciando seu negócio das outras lanchonetes apostando em produtos de maior qualidade e em um espaço personalizado e com muito conforto.

Entretanto, grande parte das lanchonetes não possuem esta opção, precisam praticar preços adequados para que se mantenham no mercado e sejam competitivas.

Um bom preço é aquele que não é alto demais a ponto de espantar seus clientes e nem baixo demais a ponto de trazer prejuízos para seu negócio.

Para colocar bons preços em seus produtos é importante ter consciência do custo do seu negócio.

7 – Administre com cuidado o seu negócio:

Por se tratar, na maioria das vezes, de um negócio pequeno muitas pessoas desprezam a importância de uma boa gestão para o sucesso de uma lanchonete.

É importante cuidar de todos os detalhes de seu negócio como um verdadeiro empresário. Você precisa tomar o posto de administrador e fazer seu negócio progredir, isso falta em muitas lanchonetes.

Por isso, cuide com cuidado da parte financeira, da organização do seu negócio, do estoque de seus ingredientes e produtos, da divulgação de sua lanchonete, da contabilidade e também da gestão das pessoas que trabalham com você.

Não deixe seu negócio acontecer de forma desordenada, faça um planejamento estratégico, conheça seus clientes, ofereça produtos que são realmente lucrativos e faça de sua lanchonete um negócio que realmente faça dinheiro.

Finalizando

Antes de finalizar este artigo é importante lembrar que para ter sua lanchonete é necessário regularizar seu negócio. O primeiro passo é contar com o auxílio de um contador e procurar a prefeitura do seu município para saber o processo de regularização.

Vale à pena relembrar as dicas de como montar uma lanchonete de muito sucesso:

  • Escolha um bom local para você abrir sua lanchonete;
  • Defina um cardápio adequado para sua lanchonete;
  • Invista em bons equipamentos e no mobiliário adequado;
  • Escolha bons fornecedores para trabalhar com você;
  • Monte uma boa equipe para trabalhar em sua lanchonete;
  • Pratique preços adequados ao seu mercado;
  • Administre com cuidado o seu negócio.

Você pode utilizar o campo de comentários para deixar sua contribuição ou então tirar alguma dúvida.

Compartilhe este artigo com seus amigos e nos ajude a colaborar com a construção de uma cultura empreendedora.

Forte abraço.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!