Como ser um bom empreendedor com 7 atitudes concretas

O primeiro ponto neste artigo é que não existe um padrão de bom ou mal empreendedor. Existem os bem sucedidos e os que fracassaram em seus empreendimentos. Entretanto, existem atitudes e hábitos que podem te auxiliar em como ser um bom empreendedor.

É certo que durante a vida de empreendedor todos estão susceptíveis ao fracasso. Além disso, é comprovado pelo testemunho vivido por grandes empreendedores que o fracasso precedeu muitas vezes as opções vitoriosas que fizeram em suas vidas.

O importante então é munir-se de hábitos e atitudes concretas que irão colaborar com uma maior possibilidade de sucesso em suas iniciativas empreendedoras.

Ser dono do próprio negócio é também ser completamente responsável pelas consequências que virão. É fato que você será o principal responsável pelas iniciativas que vão dar certo, assim como você será o protagonista do fracasso.

É importante deixar claro que o objetivo deste artigo não é amedrontar, mas sim deixar claro que cultivar boas atitudes e hábitos irão ser decisivos na busca de como ser um bom empreendedor.

Como ser um bom empreendedor

Confira a seguir 7 atitudes concretas que irão te auxiliar a se fortalecer como empreendedor, independentemente do sucesso ou fracasso.

Mesmo que ainda você não tenha seu próprio negócio, ou que seu objetivo seja ser um empreendedor corporativo ou empreendedor social, comece desde hoje a colocar em prática estas atitudes e faça delas bons hábitos para sua vida.

1 – Aprenda a conviver com os riscos

dicas de como ser um bom empreendedorA primeira atitude é aprender a conviver com os riscos. Na vida do empreendedor toda tomada de decisão vem acompanhada de seus devidos riscos.

Investir ou não investir em determinado negócio, contratar ou demitir determinado funcionário, definir o nome ou cor de determinado produto. Toda decisão terá uma consequência e é importante que você tenha consciência destas consequências e que você será responsável por elas.

Caso você não seja acostumado a tomar decisões e a correr riscos, comece pelas pequenas coisas. Comece a escolher o que comer, onde morar, como se vestir, o que comprar, o que estudar, comece a tomar as rédeas da sua vida e se responsabilizar por ela.

2 – Livre-se do julgamento social

O próximo ponto é livrar-se da preocupação com o julgamento social. Vivemos em uma sociedade que cultiva a aparência acima da essência. Por isso, é importantíssimo para seu sucesso se livrar de todo julgamento social.

Você pode perder diversas oportunidades quando começa a limitar suas atividades por considerar que estas não correspondem ao seu “nível social”. Livre-se disso hoje mesmo, todo trabalho é digno e deve ser feito com boa qualidade e dedicação.

Muitos empreendedores se prendem a diplomas de cursos superiores, mestrados e doutorados. Independentemente de sua qualificação profissional vão surgir oportunidades em outras áreas e que não necessitaram de tal grau de especialização. Seja maduro o suficiente e ousado de colocar os diplomas na gaveta e abraçar as oportunidades.

Outro ponto importante é proteger-se do julgamento social sobre suas atitudes. Amigos, família, namorado ou namorada, colegas de trabalho nem sempre estarão do seu lado. Principalmente se a atividade que você escolheu para empreender não for condizente com o julgamento social deles.

3 – Revise constantemente a sua vida

Quer crescer profissionalmente e como pessoa? Então comece a revisar a sua vida constantemente.

Nada melhor que um exame de consciência sincero para verificar os pontos fracos e as falhas que cometemos ao longo dos dias. O exercício diário do exame de consciência te proporciona a possibilidade de identificar de forma rápida e simples os erros cometidos naquele dia.

Além disso, com esta prática você cria a capacidade de saber quem realmente você é. Aos poucos você tira as máscaras que estão sobre você e começa a entender o que está por trás de hábitos ruins que têm prejudicado sua vida.

Esta prática exige coragem e sinceridade de coração. Muitas pessoas desistem ao longo dos dias, pois é mais fácil esconder os nossos principais erros, medos e traumas do que reconhecê-los e tomar as devidas providências para corrigi-los.

É essencial no caminho de como ser um bom empreendedor.

4 – Aprenda a gostar do ordinário

Muitos empreendedores de primeira viagem acreditam que ter o próprio negócio é como uma aventura selvagem. Todos os dias serão dias de aventuras com novidades maravilhosas.

Entretanto a realidade é outra, a não ser que você se torne um guia em um safari. Você terá todos os dias tarefas e rotinas que poderão ser cansativas, você vai realizar tarefas que não são prazerosas, assim como você realiza em qualquer outro trabalho.

Não se iluda com a mensagem de que faça o que você ama e tudo dará certo. Por exemplo, eu amo jogar futebol, mas eu serei um fiasco se escolher jogar futebol profissionalmente.

É claro que escolher um ramo que nos identificamos facilita e muito as coisas. Mesmo assim, você terá que cumprir tarefas e rotinas que são importantes para o sucesso de todo negócio.

Estas tarefas e rotinas é o que compõe o ordinário do dia a dia. O importante é você aprender a apreciar as coisas simples e não apenas ser feliz com o extraordinário que acontece com pouca frequência na vida da maioria das pessoas.

5 – Reconheça o que realmente é importante

É claro que trabalho não é tudo para nossas vidas. Por isso, é importante que você saiba reconhecer o que realmente é importante para você.

Além do sucesso profissional existem sucessos que são necessários para nossas vidas. O sucesso pessoal, o sucesso familiar e o nosso sucesso social. É comum encontrarmos exemplos de empreendedores que deram tudo pelo seu negócio, mas que perderam todas as outras coisas também.

Para isto, aprenda a equilibrar a sua vida. O seu sucesso pessoal dependerá da sua saúde, do seu amor próprio, dos momentos de lazer que você reserva para você.

O sucesso familiar e social exige de todos nós tempo. Um tempo que para você pode parecer muito, mas que para sua família e amigos é essencial. É comum sacrificarmos momentos com a família e amigos em prol da condução dos negócios, em alguns casos isso é necessário. O erro é transformar isso em uma rotina.

Quer saber como ser um bom empreendedor? É tão exigente quanto ser um bom filho, ou um bom pai, uma boa mãe, um bom amigo.

6 – Cultive a disciplina

A próxima atitude de como ser um bom empreendedor é cultivar a disciplina. É importantíssimo uma vida disciplinada para o sucesso de seu empreendimento. Aqui é importante distinguir uma vida disciplinada de uma vida convencional ou puritana.

Uma vida disciplinada é uma vida organizada para cumprir com todas as suas responsabilidades. Um empreendedor disciplinado é aquele que sabe o que precisa ser feito e faz de forma adequado e no prazo adequado.

A disciplina é fortalecida com hábitos simples e práticos, como se levantar em determinado horário, praticar atividades físicas e criar uma rotina para tarefas diárias.

A disciplina fortalece características importantes para um empreendedor de sucesso, como a persistência, a perseverança e a determinação.

7 – Aprenda a assumir a responsabilidade

A última atitude concreta para ser um bom empreendedor é aprender a assumir a responsabilidade.

Assumir a responsabilidade pelas suas ações é de extrema necessidade para o amadurecimento como empreendedor e como pessoa.

É comum justificarmos as nossas falhas por situações externas que não estavam sob nosso controle, entretanto as decisões foram tomadas por quem? Quem é o empreendedor? Quem é o responsável? O melhor é assumir as falhas e se responsabilizar pelas consequências que virão.

Ninguém justifica o sucesso por causa de uma situação externa favorável, como uma simples jogada de sorte. Desta forma, não é certo querer justificar as falhas como um viés da sorte.

Não assumir as responsabilidades evita uma avalição verdadeira da realidade. Além disso, impede um verdadeiro exame de consciência, fantasiando a realidade. O medo de reconhecermos o nosso fracasso pode impedir que sejam tomadas as providências necessárias e podem impedir um futuro sucesso.

Considerações finais

É certo que estas 7 atitudes concretas te mostrarão o caminho de como ser um bom empreendedor. É essencial que você comece a coloca-las em prática à partir de hoje, mesmo que você ainda não tenha o seu negócio próprio.

Ainda ficou com alguma dúvida ou quer colaborar com o conteúdo, deixe um comentário. Compartilhe este artigo com seus amigos e nos ajude a colaborar com a construção de uma cultura empreendedora.

Forte abraço.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!