Gerenciamento de Riscos: Definição e etapas de gestão

O gerenciamento de riscos deixou de ser uma opção para as grandes empresas e se tornou uma necessidade estratégica de mercado.

É certo que o risco sempre existiu em todas as áreas da nossa vida. No mundo dos negócios não seria diferente. O risco no mundo corporativo pode ser definido como a incerteza nos objetivos a serem alcançados, esta incerteza pode ser positiva ou negativa.

Vale ressaltar que o risco a ser gerenciado pode também ser positivo. Então um dos objetivos básicos do gerenciamento de riscos é criar ações para que o risco negativo tenha a menor possibilidade possível de acontecer e favorecer a ocorrência dos riscos positivos para o negócio.

Quando a empresa está disposta a fazer um bom gerenciamento dos riscos de seu negócio ela está um passo à frente de seus concorrentes.

Pois com uma boa gestão de risco corporativa ela estará pronta para aproveitar as boas oportunidades que podem aparecer ou terá ações planejadas para mitigar os efeitos ruins gerados pela ocorrência do risco negativo.

O que é gerenciamento de riscos

o que é gerenciamento de riscosDe forma simples e prática o gerenciamento de riscos corporativos pode ser definido como o processo de identificação, planejamento e controle de uma organização com o objetivo de aproveitar as oportunidades dos riscos positivos e minimizar a ocorrência dos riscos negativos.

Todo este processo de gestão de riscos faz com que a empresa atue de forma preventiva quanto aos riscos associados ao negócio. Assim, é possível não só estar preparado para as incertezas do mercado, mas também criar um ambiente de melhoria contínua.

A boa gestão de riscos garante maior probabilidade para alcançar objetivos traçados, redução da possibilidade de situações danosas ao empreendimento e aumento da possibilidade de ocorrência de situações benéficas ao negócio.

Como pode ver a gestão de riscos corporativa não tem como objetivo final a eliminação do risco no mundo dos negócios, pois isto seria impossível, mas a boa gestão dos eventos que podem ocorrer ao longo da jornada de uma empresa ou de um projeto.

 Etapas do Gerenciamento de Riscos Corporativos

A gestão de riscos pode ser dividida em etapas simples e práticas. Seguir estas etapas pode facilitar a gestão de riscos de qualquer negócio.

 1 – Identificação dos riscos

Cada ramo de atuação já possui um certo padrão de riscos, entretanto cada empresa é uma organização com características, hábitos específicos e diferentes graus de maturidade.

Por isso, o primeiro passo é avaliar toda a organização com intuito de identificar os possíveis riscos do negócio. Esta avaliação pode ser feita por meio de entrevistas com gestores, observação dos processos produtivos e avaliação dos dados operacionais.

Desta forma são identificados os pontos vulneráveis no negócio, como os processos críticos na produção e departamentos vulneráveis. Assim é possível identificar os riscos de cada processo e departamento.

2 – Classificação dos riscos

A próxima etapa é a classificação dos riscos com objetivo de priorizar estratégias.

Claro que existem riscos graves e riscos simples. É importante que após a identificação dos riscos os mesmos sejam classificados conforme a sua probabilidade de ocorrer e seu impacto na organização.

A combinação da possibilidade de ocorrência com a seu impacto na organização é que mostrará quais os riscos serão altos e quais riscos serão baixos.

Assim é possível para a organização priorizar algumas medidas de forma a se preparar para os riscos mais altos.

Como falado anteriormente, a organização não tem condições de eliminar todos os riscos, e muitas vezes não tem condições financeiras de se criar ações para mitigar todos os riscos, por isso, a organização deve partir dos riscos que são mais críticos ao negócio.

3 – Definir soluções e ações

A última etapa é o momento de definir as ações e soluções para mitigar a possível ocorrências dos riscos críticos e ampliar a possibilidade de ocorrência das incertezas positivas.

É importante que todas as ações sejam possíveis de colocar em prática na organização, como a revisão de processos, a criação de controles, a revisão de indicadores e tantas outras ferramentas possíveis neste processo.

Resultados da gestão de riscos

Com uma gestão de riscos é possível alcançar resultados importantes para uma organização.

Confira alguns resultados que podem se desenvolver devido a boa gestão de riscos:

  • Fortalece o planejamento estratégico da empresa;
  • Reduz a possibilidade de ocorrência de eventos negativos;
  • Mitiga as consequências de eventos negativos no negócio;
  • Aumenta a possibilidade de aproveitar as oportunidades do mercado;
  • Reduz prejuízos operacionais e imprevistos;
  • Otimiza o investimento de capital na empresa;
  • Cria um processo de melhoria contínua na organização;
  • Fortalece pontos vulneráveis da organização;
  • Prioriza ações conforme grau de criticidade;
  • Protege e cria valor para a empresa.

Finalizando

Como pode ver o gerenciamento de riscos é uma ferramenta essencial para o sucesso de empresas em crescimento ou empresas consolidadas.

É como estar de olhos atentos e preparado para as adversidades que certamente ocorrerão no caminho.

Compartilhe este artigo com seus amigos e nos ajude a colaborar com a construção de uma cultura empreendedora.

Forte abraço.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!