Jovem Empreendedor: Vantagens e dificuldades para empreender

Não é de hoje que o jovem empreendedor é parte essencial para o funcionamento da economia brasileira. É certo que a juventude traz consigo diversas características essenciais à uma vida dedicada ao empreendedorismo.

Apesar disso, é comum surgir dúvidas quanto ao fato de ser muito jovem para empreender. O primeiro ponto importante é que não existe idade para empreender. Existem diversos exemplos de empreendedores que iniciaram empreendimentos ainda na fase da adolescência, com seus 15 anos, e outros que colocaram em prática suas ideias com mais de 60 anos.

O importante não é a idade e sim a maturidade que ter o próprio negócio exige. É certo que a legislação brasileira possui regras básicas na criação de uma empresa, entretanto isso não é limitante para um jovem empreendedor começar a desenvolver suas ideias e entrar no mundo do empreendedorismo.

Com a maturidade suficiente é possível um jovem ter muito sucesso em seu próprio negócio, pois pode aliar a esta maturidade, componentes próprios da juventude.

Veja a seguir vantagens e dificuldades de empreender na juventude.

5 Vantagens de ser um jovem empreendedor

1 – Possibilidade de correr riscos maiores

É fato que o jovem está sempre disponível a se aventurar. É característica do jovem o apreço pela adrenalina. Por isso, um empreendedor que inicia seu negócio na juventude tem mais facilidade em encarar os riscos que o negócio exige.

Além disso, a maioria dos jovens ainda não possuem muitos compromissos financeiros e nem familiares. Isso faz com que as consequências de suas decisões não pesem sobre outras pessoas que possam depender dele. Este fato é um grande facilitador na vida de quem está disposto a construir seu próprio negócio.

2 – Futuro indefinido

Vantagens de ser um jovem empreendedorGrande maioria dos jovens ainda não possuem um futuro definido ou uma profissão estabilizada, isso faz com que estejam abertos à diversas oportunidades que a vida proporciona.

Esta é uma grande vantagem, pois existem diversas pessoas com grandes ideias que não se arriscam, pois, estas ideias podem estar fora de sua área de atuação ou preferem a segurança proporcionada por um emprego estável.

O jovem empreendedor tem o futuro a ser trabalhado e moldado, tem o futuro em suas mãos e pode tomar decisões que serão recompensadas em sua vida adulta e na velhice.

3 – Facilidade de aprender

É certo que o potencial de aprendizado é muito maior em nossa juventude do que na vida madura. Além do funcionamento natural do organismo, soma-se fatores sociais, disponibilidade de tempo e proximidade com novas tecnologias.

Ou seja, caso seja necessário adquirir novos conhecimentos, ainda jovem você terá tempo suficiente e realidade adequada para se dedicar aos estudos. Além disso, na juventude, você poderá aprender a empreender.

4 – Integração com novas tecnologias

O jovem, geralmente, está antenado com o surgimento de novas tecnologias. Isso é um grande facilitador. A utilização da tecnologia a favor do seu negócio acontece muitas vezes de forma natural, pois a sua vida sempre foi inserida em um ambiente de rápidas mudanças tecnológicas.

5 – Chance de fracassar

É certo que um jovem tem mais oportunidades de fracassar que um empreendedor em idade adulta que já possui seus diversos compromissos financeiros, familiares e sociais.

Ou seja, o jovem empreendedor pode correr riscos que outras pessoas não têm condições mais de correr.

5 Dificuldades de empreender na juventude

1 – Falta de experiência

É certo que a falta de experiência é a marca dos jovens empreendedores. Esta é uma grande dificuldade de se empreender na juventude. Esta falta de experiência não se manifesta essencialmente em lidar com o próprio produto, mas em lidar com o mercado no qual está inserido.

A experiência só pode ser adquirida com o tempo e não é algo que pode ser aprendida ou ensinada, só se adquire experiência vivenciando cada situação. Além de se esforçar mais em aprender sobre a gestão do seu negócio e o mercado em que está inserido é importante saber ouvir. Tenha consciência de que existem pessoas que querem seu bem e saber ouvir estas pessoas será necessário para o sucesso do seu negócio.

2 – Expectativa familiar

Outra grande dificuldade é a expectativa familiar. Muitas famílias sonham em ver seus filhos seguindo uma carreira específica, ou seja, muitos médicos sonham em ver seus filhos se tornando médios, assim acontece com engenheiros, advogados, e tantas outras profissões.

É normal dentro das universidades, alunos que se formam em determinado curso exclusivamente pela vontade de suas famílias.

Além disso, muitos pais temem a decisão de empreender de seus filhos. Acreditam que seria muito mais seguro conseguir um emprego em uma grande empresa ou passar em um concurso. Assim teriam um salário em dia e vários benefícios.

Você precisará superar esta situação com muito diálogo e paciência.

3 – Falta de conhecimento gerencial

Outro fator que dificulta a entrada do jovem no mundo do empreendedorismo é a falta de conhecimento. Não a falta de conhecimento técnico na área específica em que está desenvolvendo seu negócio, mas sim a falta de conhecimento administrativa.

Ou seja, boa parte dos jovens não tem ideia de como vender os bons produtos que idealizam. Às vezes sobra conhecimento técnico e falta conhecimentos básicos de gestão, finanças, vendas, marketing, recursos humanos e administração.

4 – Burocracias

Outro ponto que dificulta a vida não só do empreendedor jovem, mas de qualquer empreendedor é a burocracia em nosso país. Entretanto o jovem encontrar mais dificuldades ainda, pois às vezes, além da burocracia ainda encontra o descrédito por parte do funcionalismo público.

As burocracias e dificuldades para montar um negócio existem e realmente atrapalham a vida de qualquer empreendedor. Entretanto, não devem servir de desculpas para você não investir em seu negócio.

5 – Administrar a vida pessoal e profissional

Uma situação importante que muitas vezes se torna um problema para o jovem empreendedor é a administração da vida pessoal e profissional. Aprender a conciliar estas duas realidades exige tempo.

O início de uma empresa exigirá de você uma grande dedicação de tempo. Começar seu próprio negócio também é sinônimo de renunciar algumas coisas, como o tempo livre, vários momentos de lazer e descanso.

Quer começar seu próprio negócio? Então arregace as mangas e prepare-se para o trabalho duro.

Conclusão

Uma última dica importante para um jovem empreendedor é não ter medo de colocar suas ideias em prática. Tome cuidado para não dar passos maiores que as pernas. Tente fazer um bom planejamento e mensurar os riscos que você poderá correr.

Não coloque a sua idade como um empecilho para cultivar um negócio de sucesso.

Ainda está com dúvidas? Deixe aqui o seu comentário.

Não deixe de compartilhar este artigo com seus amigos, você pode ajudar outras pessoas a ter o seu próprio negócio de sucesso.

Forte abraço.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!