O que é preciso para abrir uma empresa sem complicações

Abrir uma empresa no Brasil pode ser um grande desafio para muitas pessoas. São inúmeras as burocracias e detalhes a serem observados. Muitos empreendedores de primeira viagem tem a mesma dúvida: o que é preciso para abrir uma empresa.

Existem diversos aspectos que precisam ser observados na abertura de uma empresa. Aspectos que podem ser de ordem jurídica, fiscal ou administrativa.

Os requisitos de abertura de uma empresa também podem variar muito conforme o tipo do negócio e o porte da empresa. Algumas empresas precisam de autorização de diversos órgãos para abrirem suas portas, como Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária.

Para deixar claro sobre o que é preciso para abrir uma empresa sem complicações vou deixar dicas claras a seguir, com os principais itens a serem observados. Dicas referentes a aspectos práticos para a abertura de um negócio e aspectos burocráticos.

Abrir uma empresa é um momento especial e desafiador na vida de todo empreendedor, ainda mais se esta é a primeira vez. Já estive em seu lugar e quero te ajudar da melhor forma possível.

O que é preciso para abrir uma empresa

1 – Definir com clareza a área de atuação:

dicas sobre o que é preciso para abrir uma empresaO primeiro ponto importante no processo de abertura de uma empresa é definir com clareza os serviços que serão executados pela empresa.

Isso será essencial para definir diversos aspectos jurídicos e legais. O tipo de serviço prestado pela sua empresa será determinante na escolha do regime de tributação em que você se enquadrará.

Por exemplo, no Brasil, existe um código específico para cada tipo de negócio, este código é uma base de dados que determinará a tributação da sua empresa, ou seja, os impostos que você vai pagar.

Além disso, é necessário o tipo de negócio será fundamental para a escolha da localização de sua empresa. Todo município tem um plano diretor e determinados tipos de empresa só podem funcionar em alguns locais específicos, você verá mais sobre isso a seguir.

2 – Escolher um local para sua empresa:

O segundo ponto sobre o que é preciso para abrir uma empresa é a escolha de um local adequado.

O local adequado deve atender diversos requisitos que são importantes para o sucesso de sua empresa.

O primeiro requisito é o requisito legal, ou seja, é importante escolher uma localização que seja ideal para o seu tipo de negócio dentro do município que você pretende atuar.

Para isso, você deverá fazer uma consulta prévia na Prefeitura do Município onde a empresa será instalada, pela consulta prévia você verá a possibilidade de instalar sua empresa em determinado local.

Além dos aspectos legais é importante escolher um espaço que seja adequado para o funcionamento do seu negócio no dia a dia. Você deve pensar no tamanho do espaço, possibilidade de ampliação, ponto estratégico para facilitar a logística de recebimento de mercadorias de fornecedores e entrega de seus produtos e diversos outros aspectos importantes.

Para o empreendedor que tem a opção de escolher entre mais de um município é interessante avaliar os impostos que cada município impõe para seu negócio, além de possíveis benefícios e incentivos de cada prefeitura.

3 – Preparar-se financeiramente para seu negócio:

O terceiro ponto sobre o que é preciso para abrir uma empresa é estar preparado financeiramente para abrir um negócio.

Uma empresa, mesmo antes de funcionar já é fonte de diversos custos para um empreendedor. Em especial no Brasil, onde o empreendedor paga para poder trabalhar.

Você deve estar preparado para três tipos de gastos no início do seu negócio, que são os gastos com taxas para abertura de sua empresa, o investimento inicial e o capital de giro.

Para abrir sua empresa é necessário pagar diversas taxas em todos os órgãos que você se cadastrar. Para empresas maiores estas taxas, não são tão significativas, mas para um pequeno empreendedor pode ser uma parcela importante do dinheiro que você tem disponível.

O investimento inicial é todo dinheiro que você vai gastar na implantação e abertura da sua empresa. É o custo para colocar seu negócio funcionando. São despesas como, gastos com reforma do local, compra de equipamentos e mobiliário, investimento em treinamento e tantas outras opções.

O capital de giro é um dinheiro que você deve deixar reservado para manter seu negócio. É uma quantia mínima para você pagar todas as contas de sua empresa e manter seu negócio sem dívidas. O capital de giro inicial é um montante já reservado pelo empreendedor, pois grande parte dos negócios são incapazes de se manter nos primeiros meses de existência.

4 – Escolher um contador de confiança:

Contratar um contador de confiança e com experiência adequada é peça fundamental para um negócio de sucesso.

Em grandes empresas a contabilidade do negócio pode ser realizada com uma equipe interna de contabilidade. Para pequenas e médias empresas, ter uma equipe exclusiva de contabilidade pode ser um custo muito alto, neste caso a opção é terceirizar este serviço.

Existem inúmeros escritórios de contabilidade em todos os municípios brasileiros. Entretanto, você não deve escolher qualquer um. O contador terá acesso a muitas informações sigilosas do seu negócio, para isso, deve ser um profissional de confiança e com boa experiência.

O contador será responsável por te auxiliar a administrar todos os processos burocráticos necessários para abrir sua empresa. Além de te instruir a escolher o regime de tributação ideal, a formatação jurídica e o porte do seu negócio.

O contador também será responsável por calcular e emitir os impostos a serem pagos mensalmente, fazer a folha de pagamento, cuidar dos procedimentos de contratação e demissão de funcionários, elaborar o balanço patrimonial e tantas outras funções importantes para um negócio.

Para quem deseja abrir uma microempresa com limite de receitas de 60 mil reais ao ano, a melhor opção é o MEI – Microempreendedor Individual. Neste caso não é necessário contratar um contador, você poderá fazer tudo pela Internet com facilidade.

5 – Preparar-se mentalmente para seu negócio:

O último ponto que quero apresentar para você sobre o que é preciso para abrir uma empresa é referente à mentalidade empreendedora.

Ter seu próprio negócio pode representar um grande desafio para todo empreendedor. Você correrá riscos, investirá uma quantia substancial de dinheiro, poderá se endividar, e ainda não tem um incentivo governamental, pelo contrário terá que pagar impostos que poderão ser bem próximos do lucro que você poderá obter.

Você poderá passar por inúmeras dificuldades no início do seu negócio e é importante estar certo de que pretende construir um negócio de sucesso.

Empreender é como um estilo de vida, é não ter medo de correr riscos, é estar disposto a se arriscar mais para ganhar mais.

Por isso, prepare-se para as batalhas que você deverá enfrentar para manter seu negócio de pé, os longos dias de trabalho e possíveis noites.

Quando tudo estiver funcionando você verá o quanto vale à pena investir em seu próprio negócio e construir uma empresa de sucesso.

Finalizando

Tenho certeza que este artigo poderá te ajudar na caminhada de como abrir seu negócio. É claro que existem inúmeros detalhes burocráticos que não estão neste artigo, são diversos processos necessários para abrir uma empresa.

Entretanto preferi focar no essencial, o restante um excelente contador cuidará de tudo.

Agora que você já sabe o que é preciso para abrir uma empresa é colocar a mão na massa e começar a construir seu negócio de sucesso.

Ainda ficou com alguma dúvida? Então deixe nos comentários.

Caso você queira compartilhar alguma dica ou sua experiência com a abertura de novos negócios fique à vontade e utilize também os comentários.

Compartilhe este artigo com seus amigos e nos ajude a colaborar com a construção de uma cultura empreendedora.

Forte abraço.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!