Pequeno empreendedor individual: 5 Dicas para ter lucro

Ser um pequeno empreendedor individual é uma ótima opção para quem deseja ter seu próprio negócio.

Ter um pequeno negócio não é o mesmo que ter um pequeno lucro. Pequenos negócios podem ser muito lucrativos, desde que bem administrados. Pequenas empresas podem possuir faturamentos muito inferiores a grandes empresas, mas o lucro final para o empreendedor pode ser muito vantajoso.

Ser um pequeno empreendedor individual pode ter inúmeras vantagens, como você decidir seus horários, conciliar melhor a vida profissional com a vida pessoal, ter um melhor retorno financeiro que o trabalho formal, depender apenas de seu esforço para produzir, entre tantos outros benefícios.

Mas, caso você não administre bem sua pequena empresa, você também sofrerá com diversos problemas. Alguns problemas comuns são o endividamento, o atraso na prestação de serviços e entrega de produtos, a baixa competitividade em relação a outras empresas, entre inúmeros outros problemas.

Veja a seguir, algumas dicas para você que é pequeno empreendedor individual e que ter um negócio lucrativo.

5 Dicas um pequeno empreendedor individual

1 – Gerencie seu negócio com cuidado:

dicas para ser um pequeno empreendedor individualÉ comum que um pequeno empreendedor se descuide do gerenciamento de seu negócio. Isso pode gerar inúmeros problemas para a empresa e ainda comprometer a vida pessoal do empreendedor.

Vale lembrar que o empreendedor individual é o único responsável pelo seu negócio, não existe um sócio ou outros funcionários com quem você possa dividir a responsabilidade. Mesmo que você conte com alguns colaboradores, a responsabilidade será sua.

Por isso, a primeira dica é gerenciar com cuidado e atenção todas as áreas de seu negócio.

É importante estar atento ao gerenciamento das finanças, o mínimo que você deve fazer é um fluxo de caixa e um levantamento de contas a pagar e receber.

Além disso, são necessários cuidados com o controle de estoque, pedidos realizados, qualidade do atendimento ao cliente, redução de custos para um preço competitivo e tantos outros detalhes.

Uma pequena empresa bem gerenciada pode produzir muito lucro, além do lucro você se sentirá muito realizado ao ver que o negócio que você construiu com as próprias mãos está dando certo.

2 – Não se descuide dos custos de seu negócio:

Outra dica importante para um pequeno empreendedor individual é ter cuidado com os custos do negócio.

Vale lembrar que quanto menor o seu custo maior será seu lucro no final. Ou seja, em alguns casos para aumentar o lucro não é preciso vender mais ou aumentar o faturamento e sim reduzir os custos.

Gerencie sua empresa de modo que você faça sempre mais com menos. Faça disso uma política de seu negócio.

Para cortar custos você pode tomar inúmeras iniciativas. A primeira delas é eliminar todo custo por desperdício, e aqui falo não só de custos com desperdício de matéria prima, mas também desperdício de tempo, energia elétrica, água, sistema de ventilação, telefone, e outros inúmeros detalhes.

Outro tipo de custo que você deve cortar imediatamente são os custos financeiros. Os custos financeiros são geralmente, as multas e juros cobrados por atrasar faturas. É importante se organizar financeiramente para perder dinheiro com este tipo de custo.

Por fim, é importante cortar o supérfluo. Ou seja, cortar aquilo que não é essencial ao seu negócio. É certo que muitas vezes caímos na tentação de comprar coisas que não são necessárias, muitas compras acontecem por impulso. Você deve evitar a todo custo este tipo de situação.

3 – Conte com uma boa assessoria jurídica e contábil:

A terceira dica para um pequeno empreendedor individual é contar com uma boa assessoria jurídica e contábil.

Pequenos empreendedores costumam economizar neste ponto, contratando advogados ou contadores mais em conta. Isso pode ser um grande erro para seu negócio.

Ter uma boa assessoria nestas duas áreas é essencial. Por isso, você deve contar com profissionais de qualidade, que sejam de confiança e que estejam disponíveis para seu negócio.

Vale à pena pagar um pouco mais caro neste caso, é um investimento que você não irá se arrepender.

Pequenas empresas não possuem departamentos jurídicos e contábeis específicos, desta forma ficam reféns de prestadores de serviços independentes. Assim, é necessário contratar prestadores de serviços que você possa confiar de olhos fechados.

É importante prevenir qualquer tipo de problema em relação ao pagamento de impostos, formatação jurídica adequada e tantos outros detalhes. Isso te livrará de multas e despesas indesejadas.

4 – Contrate uma equipe se necessário:

Outro ponto fundamental para ter sucesso como pequeno empreendedor individual é permanecer sozinho o máximo de tempo de que conseguir.

Contar com uma equipe à disposição de seu negócio pode ser bem oneroso, e talvez não seja tão produtivo quanto você possa imaginar. Por isso, para você que tem um pequeno negócio é interessante evitar qualquer tipo de contratação, enquanto você conseguir desenvolver todas as tarefas necessárias.

Muitos pequenos empreendedores permanecem com suas empresas em um pequeno porte, mesmo com possibilidades de crescimento, para não ter a despesa de contar com uma equipe maior. Caso haja possibilidade, faça você mesmo todas as tarefas.

É claro que, com o tempo e o desenvolvimento do seu negócio será necessário a contratação de uma equipe mínima. Mas, isso deve ser feito quando necessário e não como uma simples opção.

Em caso de contratação é importante fazer a opção por pessoas que sejam multidisciplinares e flexíveis para desempenhar diversas tarefas. Isso é essencial para pequenos negócios e pequenas empresas, onde existem muitas tarefas e poucas pessoas.

Contratar uma pessoa muito especializada em determinado assunto pode não ser uma grande vantagem.

5 – Invista em conhecimento constantemente:

A quinta dica para um pequeno empreendedor individual é investir constantemente em conhecimento.

Um pequeno empreendedor não consegue competir com médias e grandes empresas quando o assunto é disponibilidade de recursos financeiros, mão de obra de baixo custo e tantos outros detalhes.

Entretanto, o empreendedor individual consegue manter-se sempre atualizado e com uma boa base de conhecimento. Além disso, tem um grande potencial de ser flexível às novas tendências do mercado. É muito mais fácil para pequenas empresas se adaptarem às novas condições do mercado do que para uma grande empresa.

Por isso é fundamental estar atualizado e manter uma boa base de conhecimento. Para isso, faça bons cursos de atualização, adquira novas habilidades, participe de congressos de sua área de atuação e aumente sua rede de contatos constantemente.

Tudo isso agregará muito conhecimento à sua empresa. Vale destacar que o conhecimento de um pequeno negócio dependerá muito do conhecimento do empreendedor deste negócio, que é você.

Finalizando

Tenho certeza que estas dicas irão te auxiliar a ser um pequeno empreendedor individual de sucesso e ter uma empresa muito lucrativa. É possível construir grandes negócios com pouco investimento.

Coloque estas dicas em prática e faça a diferença em seu mercado de atuação. Você pode ter muito sucesso com seu pequeno negócio.

Ainda ficou com alguma dúvida ou quer colaborar com o conteúdo, deixe um comentário.

Compartilhe este artigo com seus amigos e nos ajude a colaborar com a construção de uma cultura empreendedora.

Forte abraço.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!