Programa para loja de roupas: 5 Dicas para comprar o melhor

Utilizar um bom programa para loja de roupas pode facilitar e muito a vida de todo lojista. Entretanto, é importante escolher bem o programa a ser utilizado em sua loja.

Antes de começar a pesquisar as opções do mercado é necessário reconhecer que todo software de gerenciamento possui limitações. Dificilmente você encontrará algum programa que seja perfeito, e isso não é problema e nem diminui a qualidade de um programa.

O que fazer nesta situação é escolher o que se adéqua melhor à realidade da sua loja. Para isso, é importante considerar o tamanho do seu negócio, as funções disponíveis no programa, suporte técnico e tantos outros detalhes.

Para você que já tem uma loja de roupa em funcionamento é mais fácil escolher o programa ideal. Você já conhece os principais desafios de sua loja e sabe o que o programa ideal para sua loja precisa fazer.

Agora se você está montando a sua loja de roupas esta tarefa se torna um pouco mais complicada. Você deverá imaginar os processos e tudo que será necessário para sua loja.

Veja a seguir as dicas importantes para contratar o programa para loja de roupas ideal para seu negócio.

5 Dicas para comprar um programa para loja de roupas

1 – Verifique as funções disponíveis:

dicas sobre programa para loja de roupasTodo programa para loja de roupas possui inúmeras funções e ferramentas, como controle de estoques, controle de vendas, cadastro de produtos, cadastro de clientes, cadastro de fornecedores, orçamento e diversos outros relatórios.

É necessário que você avalie cada um e escolha um programa com todas as ferramentas que você precisa em seu negócio.

Uma dica importante é focar no essencial. Quanto maior o número de funções e opções, maior será o tempo necessário para o aprendizado. Além disso, muitas ferramentas poderão nunca serem utilizadas.

Neste caso é melhor optar por um programa que seja simples, de fácil aprendizado e com as ferramentas básicas para gerenciar o seu negócio.

Tome cuidado para não escolher um programa com infinitas possibilidades, mas difícil de ser manuseado. É comum lojistas fazerem a opção por um programa com 30 ferramentas e utilizarem somente 5.

Menos pode ser mais neste caso. Um bom programa deve facilitar sua vida e não dificultar.

2 – Avalie o custo benefício:

Outra dica fundamental é estar atento ao custo benefício proporcionado por cada opção de programa que você encontrar.

Avaliar o custo benefício é diferente de avaliar somente o preço. Fazer a opção pelo programa mais barato pode ser um erro. O barato pode sair muito caro no futuro.

Para avaliar o custo benefício é importante relacionar o preço a ser pago com os benefícios obtidos com cada programa. Você deve considerar as ferramentas disponíveis, a facilidade de aprendizado e a disponibilidade de um bom suporte antes de avaliar um produto como caro ou barato.

Leve em conta também as opções de compra ou pagamento. Hoje em dia, é comum a comprar um software pagando a mensalidade do serviço prestado.

Isso pode ser uma boa vantagem, visto que seu custo ficará distribuído ao longo dos meses e caso você resolva mudar de software você ainda não fez nenhum grande investimento.

3 – Experimente nos períodos de teste:

Muitos programas para loja de roupas oferecem um período de testes, como 30 dias gratuitos para utilizar o programa. Outros oferecem uma versão limitada, com poucas funções.

É interessante aproveitar este período para ver como você e sua equipe se adaptarão na hora de utilizar estes programas.

Um bom período de testes pode ser fundamental para sua escolha, você poderá verificar a facilidade de aprendizado, as ferramentas que você precisa e como o programa poderá ou não facilitar a sua vida.

Experimente mais de um e não tenha pressa na hora de escolher o ideal. Se possível experimente pelo menos três, assim você poderá ter uma boa ideia de como é o funcionamento de cada opção que está no mercado.

Caso o programa que você tem interesse não ofereça um período de testes pelo site, você pode entrar em contato com eles falando de seu interesse e se seria possível conhecer melhor o programa deles. Tenho certeza que eles deixarão você conhecer melhor o programa.

4 – Converse com outros lojistas:

Esta dica também é muito importante para uma boa aquisição de um programa para loja de roupas.

Não existe ninguém melhor que um usuário para dizer quais os pontos positivos e negativos de um programa. Por isso, antes de definir a sua compra não deixe de conversar com seus amigos e concorrentes que já utilizam um software.

Caso você tenha intimidade com algum deles você pode até mesmo pedir para que ele te mostre as rotinas e as ferramentas que ele mais utiliza.

Aproveite para saber dos detalhes que só um cliente poderá te dizer, pergunte sobre a disponibilidade do pessoal do suporte e como é o relacionamento com a empresa do software.

Além disso, pergunte como foi a adaptação de toda equipe na utilização do software, verifique se alguém teve alguma dificuldade ou se o processo de aprendizado foi simples e fácil.

5 – Avalie o suporte técnico da empresa:

Ter um bom suporte técnico à sua disposição pode ser um grande diferencial na hora de utilizar um programa.

Muitas dúvidas surgem durante o processo de aprendizado e podem fazer com que a primeira experiência com o programa seja ruim. Um bom suporte pode mudar toda a situação.

Além do suporte é importante verificar se a empresa disponibiliza um treinamento inicial para sua equipe que trabalhará com o software. Mesmo que este treinamento seja feito em vídeo e à distância ele é essencial.

Para conhecer bem a qualidade do suporte o melhor é conversar com antigos usuários. Eles poderão te dizer o quanto eles são acessíveis e se eles conseguem resolver os problemas rapidamente.

Um bom suporte é um ponto crítico para quem está começando a utilizar um programa para loja de roupas.

Finalizando

Tenho certeza que estas dicas irão te auxiliar na escolha do melhor programa para loja de roupas.

É importante se atentar que cada loja é uma situação diferente. Por isso, conhecer bem seu negócio e como ele funciona é fundamental para ter sucesso nesta escolha.

Ainda ficou com alguma dúvida? Então deixe nos comentários.

Caso você queira compartilhar alguma dica ou sua experiência com a administração de pequenas empresas fique à vontade e utilize também os comentários.

Compartilhe este artigo com seus amigos e nos ajude a colaborar com a construção de uma cultura empreendedora.

Forte abraço.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!